Mês de Maria, Mês da Mães

Não é por acaso que no mês de maio, dedicado a Maria, se comemora o Dia das Mães. Maria é o protótipo de todas as Mães: a mãe assustada, procurando por três dias seu filho; a mãe-mestra que ensinou as primeiras lições da Palavra de Deus; a mãe cuidadosa no preparo dos alimentos e na arrumação da casa; a mãe atenta aos passos do seu filho com os apóstolos; a mãe sofredora diante do filho pregado na cruz e recebendo seus corpo em seus braços, acompanhando-o em seu leito de morte, lembrando-se talvez das tantas vezes que o colocou no leito para dormir...Maria, que entende todas as mães: as assustadas, as mestras, as cuidadosas, as atentas, as sofredoras!!! Nenhum Mês, portanto, melhor que este para comemorar-se o DIA DAS MÃES!

Mamãe, FELIZ DIA DAS MÃES!!!

ANINHA'S

Oração

Rezamos essa oração antes de dormir. Oferecemos esse post aos nossos amiguinhos William e Manoela.

Um abração de coração das Aninhas!!!

 

Vamos fazer essa Árvore Circular até o final de 2007!!!!

___________________Paz
__________________União
_________________Alegrias
________________Esperanças
_______________Amor.Sucesso
______________Realizações★Luz
_____________Respeito★harmonia
____________Saúde★..solidariedade
___________Felicidade ★...Humildade
__________Confraternização ★..Pureza
_________Amizade ★Sabedoria★.Perdão
________Igualdade★Liberdade.Boa-.sorte
_______Sinceridade★Estima★.Fraternidade
______Equilíbrio★Dignidade★...Benevolência
_____Fé★Bondade_Paciência..Gratidão_Força
____Tenacidade★Prosperidade_.Reconhecimento
- ¨.•´¨) . ×`•.¸.•´× (¨`•.•´¨). ×`•.¸.•´× (¨`•.•´¨).

 

Que os nossos sonhos sejam realidade!!!

Aninha's

Homenagem a Mamãe

_________MENINAME____________MENINAMEN
______MENINAMENINAME_______MENINAMENINAMENI
____MENINAMENINAMENINAM___MENINAMENINAMENINAM
___MENINAMENINAMENINAMENINAMENINAME_______MENI
__MENINAMENINAMENINAMENINAMENINAME_________MENI
_MENINAMENINAMENINAMENINAMENINAMENINA_______MENI
_MENINAMENINAMENINAMENINAMENINAMENINAMENI______M
MENINAMENINAMENINAMENINAMENINAMENINAMENINAME__MEN
MENINAMENINAMENINAMENINAMENINAMENINAMENINAMENIN_M
MENINAMENINAMENINAMENINAMENINAMENINAMENINAMENINAM
MENINAMENINAMENINAMENINAMENINAMENINAMENINAMENINAM
_MENINAMENINAMENINAMENINAMENINAMENINAMENINAMENIN
__MENINAMENINAMENINAMENINAMENINAMENINAMENINAMEN
____MENINAMENINAMENINAMENINAMENINAMENINAMENINA
______MENINAMENINAMENINAMENINAMENINAMENINAM
_________MENINAMENINAMENINAMENINAMENINAM
____________MENINAMENINAMENINAMENINAM
______________MENINAMENINAMENINAME
_________________MENINAMENINAM
___________________MENINAMEN
_____________________MENINA
______________________MENI
_______________________ME

Sobre o dia das Crianças
O Dia da Criança
Especial Dia das Crianças

Saiba como surgiu o Dia das Crianças

Dia das Crianças no Brasil

A criação do Dia das Crianças no Brasil foi sugerido pelo deputado federal Galdino do Valle Filho na década de 1920.

Arthur Bernardes, então presidente do Brasil, aprovou por meio do decreto de nº 4867, no dia 5 de novembro de 1924, a data de 12 de outubro como o dia dos pequenos.

O Dia das Crianças só passou a ser comemorado mesmo em 1960, quando a fábrica de brinquedos Estrela fez uma promoção junto com a empresa Johnson & Johnson para lançar a "Semana do Bebê Robusto" e aumentar suas vendas.

A idéia das duas empresas deram tão certo que outros comerciantes resolveram adotar a mesma estratégia. E assim, dia 12 de outubro é dia de criança ganhar presente!

Dia das Crianças no Mundo
Muitos países comemoram o Dia das Crianças em outros dias do ano. Na Índia, é em 15 de novembro. Em Portugal e Moçambique, a comemoração acontece no dia 1º de junho. Na China e no Japão, a comemoração acontece em 5 de maio.

Dia Universal da Criança
A Organização das Nações Unidas, também conhecida como ONU, comemora o dia de todas as crianças do mundo em 20 de novembro. Foi nessa data que os países aprovaram a Declaração dos Direitos das Crianças.

Outubro: Mês das Crianças

Brincadeiras de criança

Nós pedimos para especialistas e profissionais da infância para fazer uma lista de coisas que toda criança deveria experimentar antes de dobrar de tamanho.

Coisas que as crianças deveriam fazer até os 10 anos


 Girls in tunnel 

Como esperado, a maioria das idéias tem a ver com se sujar, ficar melado, bagunçado e enlameado… mas pelo menos as manchas saem com uma lavada!

Aproximadamente três quartos das crianças que fizeram parte de nossa pesquisa, disseram evitar brincadeiras em que pudessem se sujar dentro e fora de casa, pois tinham medo que seus pais reclamassem de suas roupas sujas. 

Mas agora Omo e Surf estão melhores do que nunca na remoção de machas incluindo lama, grama e chocolate.

A lista oficial: 33 coisas que as crianças deveriam fazer antes dos 10 anos

Oi o nosso Blog está de cara nova. Esperamos que gostem, pois é bom renovar, eu e minha irmãzinha sempre renovamos a nossa casa do jeito que a gente quer. Mas é claro que no final arrumamos tudinho... Queremos deixar um beijinho para mamãe e vó Diva, te amamos muito... Tchau...

FOTOS

Estávamos com saudades desse nosso cantinho fofo!!!!

Temos muiittttaaaas novidades. Minha irmãzinha e eu estamos muito felizes e fazemos a alegria de todos na casa! Continuamos a brincar e temos aprendido muitas coisas novas! Minha maninha já está usando calcinha. Fraldas, bye bye! Ela já fala tudo e estou feliz por ela. Todos estamos contentes. Ela está com 2 anos e eu com 4! Mamãe diz que passou tão depressa.

Confira nossos fotos:

Estamos ou não estamos muito sapequinhas???

Comentem!!!

Aninh@s

HELLO KITTY

 

Vamos conhecer um pouco mais sobre a Hello Kitty? Gatinha que será o tema de meu aniversário e de minha irmãzinha em março?

Sobre a Hello Kitty

Hello Kitty é uma personagem de um cartunista que foi inventada e promovida por uma companhia japonesa chamada Sanrio em 1974. Sanrio é famosa por seus adoráveis e agradáveis personagens, como Keropi, My Melody, etc. Essa linha de personagens bonitinhos logo atraiu milhões de pessoas ao redor do mundo, começando pelos Estados Unidos e se espalhando rapidamente pelo continente asiático e, então, para o resto do mundo. Hello Kitty é a personagem mais famosa da Sanrio.

Curiosidades

 Porquê Hello Kitty não tem uma boca?

Hello Kitty fala com seu coração. Ela é a embaixadora da Sanrio pelo mundo e não se limita a falar apenas um certo idioma.

Hello Kitty completa 30 anos sem perder o apelo pop.

Hello Kitty, a gatinha mais famosa do mundo, está completando 30 anos e o seu apelo pop não dá mostras de cessar. Ao contrário, não pára de crescer. Alexandre Herchcovitch fez camisetas com estampas da gata, e no Japão, foi inaugurada a exposição Kitty Ex, com quadros, roupas, estátuas, tudo para homenagear a Hello Kitty.

Não se deixem enganar pela carinha meiga, de olhos redondos e ar angelical: essa gatinha é uma sobrevivente num dos mais cruéis campos de batalha do mundo, o das preferências do exigentíssimo público infanto-juvenil do Japão, acostumado a uma quase inimaginável quantidade de apelos mercadológicos.

 

Continuação...

Medo da dor
Quanto mais tempo as fezes ficam retidas, mais crescem e endurecem, causando dor na hora de sair. Para evitar a dor, a criança segura mais o cocô. Foi nessa "armadilha" que a pequena Júlia caiu, explica a mãe Beatricce Bruno. "Desde pequena, ela ficava com as bochechas vermelhas de tanto esforço para evacuar. Uma vez, de tanto fazer força, acabou machucando o ânus e, com medo da dor, foi ficando mais travada. Levei ao médico, mas ela não tinha nenhum distúrbio intestinal. Aí, acho que só de esclarecer o problema, a gente relaxou e, aos poucos, a Júlia foi perdendo o medo. Fazer cocô não é mais 'uma coisa horrível', como ela dizia", conta a mãe.
A preocupação excessiva dos pais com o ritmo de evacuação do filho, muito rigor nos padrões higiênicos - que leva a criança a esconder o cocô porque é sujo, já que sujeiras não são permitidas na casa - ou pressa na hora de tirar as fraldas também podem levar à obstipação intestinal.
Sob pressão

Em todos esses casos, os pequenos se sentem sob pressão e tendem a segurar o cocô para se rebelar contra as regras ou expectativas dos pais.
Quando a mãe de Hanna, de 2 anos, tentou subs-tituir de vez as fraldas da filha pelo penico, a menina ficou dias sem evacuar, exigindo as fraldas de volta. "Achei que era hora, porque ela já usa a privadinha para fazer xixi, mas o cocô só vem com a fralda. Forcei a barra por 3 dias, com historinhas e revistinhas para distrair e até massagens na barriga. Foram 3 dias sem cocô, até que eu resolvi ceder", conta a mãe Neliana Olegário Heyde. 
É comum que pais e mães fiquem ansiosos para ver o filho livre das fraldas. Esse é um grande passo no desenvolvimento infantil, além de um alívio nos cuidados com a criança. Mas ela só faz isso quando está madura, neurológica e emocionalmente. Os pais só podem aguardar e devem, principalmente, evitar que o cocô vire um acontecimento familiar. Porque cada um que fica sabendo da história dará uma opinião, indicará um caminho a seguir, criando um clima de ansiedade na família, que deixa a criança insegura, sem saber o que fazer com seu cocô. É que ele é percebido como um pertence do qual ela pode ou não querer abrir mão. Se os pais valorizam demais, as fezes se tornam um instrumento de poder para a criança chamar a atenção sobre si. Melhor é fazê-la entender, com conversas tranqüilas e carinhosas, que evacuar é importante para ela e não para os outros.
Sem laxantes
Alimentação também ajuda a soltar intestinos presos. Foi o remédio que Ana Maria Mantovanelli, mãe de Marta, de 2 anos e meio, usou para ajudar a filha a fazer cocô. "Uma vez, depois de dias sem ir ao banheiro, suas fezes saíram com sangue. Fiquei desesperada, pensando em alguma doença grave, mas só alguns vasinhos tinham se rompido com a força que ela fez", conta a mãe que, por orientação do pediatra, passou a reforçar o cardápio da filha com fibras, frutas e verduras.
Já o uso de laxantes, naturais ou não, usados sem orientação médica, é condenado. Podem até causar lesões no intestino, além de deixá-lo ainda mais preguiçoso, dificultando o estabelecimento de um ritmo de evacuação natural.

No cardápio

Alimentos que estimulam o trabalho do intestino

Frutas abacaxi, ameixa, abacate, laranja, mamão, melancia e uva.
Verduras e legumes alface, agrião, cebola, couve, erva-doce, feijão, repolho, vagem e tomate.
Outros centeio, germe de trigo, levedo de cerveja.

Alimentos pouco estimulantes
Frutas banana, goiaba, maçã (sem casca), pêra (sem casca), maracujá (suco).
Tubérculos e legumes batata, chuchu, inhame, mandioquinha.
Outros arroz, maisena, fermento em pó.
No cardápio

Alimentos que estimulam o trabalho do intestino

Frutas abacaxi, ameixa, abacate, laranja, mamão, melancia e uva.
Verduras e legumes alface, agrião, cebola, couve, erva-doce, feijão, repolho, vagem e tomate.
Outros centeio, germe de trigo, levedo de cerveja.

Alimentos pouco estimulantes
Frutas banana, goiaba, maçã (sem casca), pêra (sem casca), maracujá (suco).
Tubérculos e legumes batata, chuchu, inhame, mandioquinha.
Outros arroz, maisena, fermento em pó.

Comentem aí! Até a Próxima, Aninhas.

 

Continuação...

Medo da dor
Quanto mais tempo as fezes ficam retidas, mais crescem e endurecem, causando dor na hora de sair. Para evitar a dor, a criança segura mais o cocô. Foi nessa "armadilha" que a pequena Júlia caiu, explica a mãe Beatricce Bruno. "Desde pequena, ela ficava com as bochechas vermelhas de tanto esforço para evacuar. Uma vez, de tanto fazer força, acabou machucando o ânus e, com medo da dor, foi ficando mais travada. Levei ao médico, mas ela não tinha nenhum distúrbio intestinal. Aí, acho que só de esclarecer o problema, a gente relaxou e, aos poucos, a Júlia foi perdendo o medo. Fazer cocô não é mais 'uma coisa horrível', como ela dizia", conta a mãe.

A preocupação excessiva dos pais com o ritmo de evacuação do filho, muito rigor nos padrões higiênicos - que leva a criança a esconder o cocô porque é sujo, já que sujeiras não são permitidas na casa - ou pressa na hora de tirar as fraldas também podem levar à obstipação intestinal.

Sob pressão

Em todos esses casos, os pequenos se sentem sob pressão e tendem a segurar o cocô para se rebelar contra as regras ou expectativas dos pais.

Quando a mãe de Hanna, de 2 anos, tentou subs-tituir de vez as fraldas da filha pelo penico, a menina ficou dias sem evacuar, exigindo as fraldas de volta. "Achei que era hora, porque ela já usa a privadinha para fazer xixi, mas o cocô só vem com a fralda. Forcei a barra por 3 dias, com historinhas e revistinhas para distrair e até massagens na barriga. Foram 3 dias sem cocô, até que eu resolvi ceder", conta a mãe Neliana Olegário Heyde.

É comum que pais e mães fiquem ansiosos para ver o filho livre das fraldas. Esse é um grande passo no desenvolvimento infantil, além de um alívio nos cuidados com a criança. Mas ela só faz isso quando está madura, neurológica e emocionalmente. Os pais só podem aguardar e devem, principalmente, evitar que o cocô vire um acontecimento familiar. Porque cada um que fica sabendo da história dará uma opinião, indicará um caminho a seguir, criando um clima de ansiedade na família, que deixa a criança insegura, sem saber o que fazer com seu cocô. É que ele é percebido como um pertence do qual ela pode ou não querer abrir mão. Se os pais valorizam demais, as fezes se tornam um instrumento de poder para a criança chamar a atenção sobre si. Melhor é fazê-la entender, com conversas tranqüilas e carinhosas, que evacuar é importante para ela e não para os outros.

Sem laxantes
Alimentação também ajuda a soltar intestinos presos. Foi o remédio que Ana Maria Mantovanelli, mãe de Marta, de 2 anos e meio, usou para ajudar a filha a fazer cocô. "Uma vez, depois de dias sem ir ao banheiro, suas fezes saíram com sangue. Fiquei desesperada, pensando em alguma doença grave, mas só alguns vasinhos tinham se rompido com a força que ela fez", conta a mãe que, por orientação do pediatra, passou a reforçar o cardápio da filha com fibras, frutas e verduras.

Já o uso de laxantes, naturais ou não, usados sem orientação médica, é condenado. Podem até causar lesões no intestino, além de deixá-lo ainda mais preguiçoso, dificultando o estabelecimento de um ritmo de evacuação natural.


No cardápio

Alimentos que estimulam o trabalho do intestino

Frutas abacaxi, ameixa, abacate, laranja, mamão, melancia e uva.
Verduras e legumes alface, agrião, cebola, couve, erva-doce, feijão, repolho, vagem e tomate.
Outros centeio, germe de trigo, levedo de cerveja.

Alimentos pouco estimulantes
Frutas banana, goiaba, maçã (sem casca), pêra (sem casca), maracujá (suco).
Tubérculos e legumes batata, chuchu, inhame, mandioquinha.
Outros arroz, maisena, fermento em pó.

Até a Próxima!!! Aninhas!

Como Estamos Hoje

ADORO VERÃO!!!!

Minha vida e de Minha irmã Ana Clara está bem legal...durante o dia brincamos e passamos todo o fim de tarde na piscina fazendo muita bagunça e batendo muito as nossas pernas. Estou quase andando sozinha e não tenho medo de dar altos mergulhos. Mas nem tudo são rosas. Estou sofrendo com prisão de ventre e a dor tem incomodado. Tanto que estou - mais do que de costume - me alimentando pouco. Meus pais e todos aqui estão muito preocupados. Para auxiliar a outros papais que também possam estar passando por isso, aqui vai a dica:

Cocô que é bom, nada!

A barreira que retém as fezes é quase sempre emocional. A criança só vai deixar o cocô sair quando estiver de bem com ele.

Em geral, ele vem uma ou duas vezes por dia ou, no máximo, de dois em dois dias. Às vezes, teima em não vir. E quanto mais demora, mais a família se envolve com a espera, discutindo os motivos do atraso. É o que acontece quando a criança fica dias sem fazer cocô, como a pequena Júlia Bruno, de 3 anos, que já chegou a enfrentar uma lavagem intestinal no hospital, depois de reter as fezes por 10 dias.

A obstipação intestinal pode ter origem em uma doença de nascença, o megacólon congênito, caracterizada pela falta de gânglios nervosos no intestino, que impede a eliminação das fezes. Nesse caso, a dificuldade de evacuar aparece logo nos primeiros meses de vida e costuma ser corrigida com cirurgia. Mais comum, no entanto, é a prisão de ventre resultar de um distúrbio emocional - classificado de megacólon psicogenético ou funcional -, situação em que a criança tem medo ou simplesmente não quer evacuar. O tratamento é tentar entender a relação que ela pode ter estabelecido com as fezes e que a faz retê-las. Em casos muito persistentes, a família pode buscar o auxílio de um psicólogo.

Historinha

                                                                    

                                                                         

            Oi amiguinhos. Fazia um tempão que mamãe não vinha aqui postar, mas até que enfim, estamos aqui. Espero que todos tenham tido um ótimo Natal e um ótimo Ano-Novo, porque minha irmãzinha e eu tivemos e até fotografamos com Papai- Noel. Bem, para começar o ano, nada melhor do que uma boa historinha. Que tal? Vamos lá!
                                                                        
A Princesa e a Ervilha
Adaptado do conto de Hans Christian
Andersen

Era uma vez um príncipe que queria se casar com uma princesa, mas uma
princesa de verdade, de sangue real meeeeesmo. Viajou pelo mundo inteiro, à procura da princesa dos seus sonhos, mas todas as que encontrava tinham algum defeito. Não é que faltassem princesas, não: havia de sobra, mas a dificuldade era saber se realmente eram de sangue real. E o príncipe retornou ao seu castelo, muito triste e desiludido, pois queria muito casar
com uma princesa de verdade.
Uma noite desabou uma tempestade medonha. Chovia desabaladamente, com trovoadas, raios, relâmpagos. Um espetáculo tremendo! De repente bateram à porta do castelo, e o rei em pessoa foi atender, pois os criados estavam ocupados enxugando as salas cujas janelas foram abertas pela tempestade. Era uma moça, que dizia ser uma princesa. Mas estava encharcada de tal maneira, os cabelos escorrendo, as roupas grudadas ao corpo, os sapatos quase desmanchando... que era difícil acreditar que fosse realmente uma princesa real. A moça tanto afirmou que era uma princesa que a rainha pensou numa forma de provar se o que ela dizia era verdade. Ordenou que sua criada de confiança empilhasse vinte colchões no quarto de hóspedes e colocou sob eles uma ervilha. Aquela seria a cama da “princesa”. A moça estranhou a altura da cama, mas conseguiu, com a ajuda de uma escada, se deitar.
No dia seguinte, a rainha perguntou como ela havia dormido:
— Oh! Não consegui dormir — respondeu a moça, havia algo duro na minha cama, e me deixou até manchas roxas no corpo!
O rei, a rainha e o príncipe se olharam com surpresa. A moça era realmente uma princesa! Só mesmo uma princesa verdadeira teria pele tão sensível para sentir um grão de ervilha sob vinte
colchões!!!
           O príncipe casou com a princesa, feliz da vida, e a ervilha foi enviada para um museu, e ainda deve estar por lá...
Acredite se quiser, mas esta história realmente aconteceu!
 
Olá Amiguinhos

 

Boa Noite, Amiguinhos

Vim aqui para dizer que minha irmãzinha e eu estamos muito bem. Hoje fomos até passear com nossos pais. Demos uma grande volta por todo nosso bairro, que é lindo e muito arborizado. Ontem choveu muito aqui no Rio de Janeiro, o que deixou nosso passeio muito agradável porque não fez aquele calor excessivo que sempre faz por aqui. As árvores e as flores exalavam um sensível perfume. Bem, tenho algumas novidades: 1- Minha irmãzinha já fica de pé. No berço ou fora dele, ela já se levanta. Todos aqui estão felizes e até bateram foto desse feito. Assim como fizeram comigo... também tem foto minha em pé no bercinho...ainda bem que semanas atrás papai "desceu o berço", senão ela levaria um tombaço!!! 2- Estou falando. Sim, estou. Quer dizer, falar eu sempre falei, mas é que não me entendiam, sabe? Agora parece que eu "acertei", estão me entendendo bem! 3- Escovo os dentes direitinho. Divirto-me, até.

Quero dedicar o post de hoje  a todas as crianças e mamães desse país. Aqui vão algumas dicas e curiosidades espertas, para melhorar e facilitar os cuidados de seus filhos e o relacionamento também, principalmente às mamães de primeira viagem:

Dicas e Curiosidades

Pernas tortas/ pés tortos

Os bebês geralmente têm as pernas arqueadas, chamadas pernas em "O" ou de "vaqueiro", o que é normal. Só com o tempo é que elas vão ficar "retinhas".

Bebês que ficaram sentados (em posição pélvica) durante a gestação podem apresentar durante algum tempo as pernas bem abertas, como um "sapo".

Os bebês também podem nascer com os pés tortos. O pé torto pode ser falso ou verdadeiro. O falso é devido à posição do bebê dentro do útero, e se resolve sozinho com o tempo. Já o pé torto verdadeiro só é corrigido cirurgicamente.

 

 Acho meu bebê muito barrigudo- isto é normal?

A maioria dos bebês têm o abdômen saliente nos primeiros meses de vida. São um pouco "barrigudinhos" e isto é normal.

Os cabelos do bebê estão caindo

A queda de cabelos é muito comum nos primeiros meses. Pode ser parcial ou mesmo total e apesar de trazer muita preocupação à família, é um fato normal. Os (lindos) cabelos do bebê crescerão novamente.

As evacuações

O funcionamento intestinal do bebê também é motivo de muita ansiedade para a família. As primeiras evacuações são constituídas por fezes bem escuras, pegajosas, chamadas Mecônio. Quando o bebê mama no peito o aspecto das fezes nos dias posteriores pode ser o mais variado possível. Desde totalmente líquido (como água) até muito consistente.

No início o número de evacuações diárias pode ser muito grande, praticamente uma a cada mamada. Com o passar do tempo este intervalo vai aumentado. Há bebês que passam a evacuar uma vez por dia, ou a cada dois ou mais dias. Se apesar disso as fezes tiverem consistência normal, não é necessário usar supositórios, laxantes ou qualquer outro tratamento.

Outra preocupação comum é quando as fezes ao invés de amarelas tornam-se verdes. Isto significa apenas que o trânsito das fezes pelo intestino se fez de forma mais rápida, não indicando nenhum problema.

 O que é a moleira do bebê?  Porque as vezes ela fica baixinha, ou então fica pulsando?

Existem duas "moleiras" (ou fontanelas, que é o nome científico). Uma na parte da frente da cabeça e outra menor, na parte de tras. São espaços abertos entre alguns ossos do crânio, cuja função é permitir o crescimento do cérebro e portanto da cabeça. O exame da fontanela tráz muitas informações importantes ao pediatra, através da analise do seu tamanho e da sua "tensão". A fontanela normal é plana ou ligeiramente baixa, podendo pulsar ou não. Uma fontanela muito baixa pode significar que o bebê necessita tomar liquido; ja a fontanela abaulada (formando um "calombo" para cima) pode significar problemas mais sérios, principalmente se acompahada de sintomas como febre ou vómitos. A fontanela posterior pode ja estar fechada ao nascimento ou fechar nos primeiros meses de vida. A anterior fecha ao redor de 1 ano de idade. O crescimento do crânio é acompanhado mensalmente pelo pediatra no primeiro ano de vida, através da medida do perímetro cefálico.

É isso aí, amiguinhos. Espero que tenham gostado das questões acima. Por hoje é tudo. Até a próxima e bom fim de semana!!!

 

Vida de criança

 

Ser criança é muito bom, a melhor fase, é o que todos dizem. De fato, é muito bom ser criança. Hoje por exemplo, meu dia, ou melhor NOSSO dia porque minha irmã também é uma criancinha, eu passei toda a manhã na piscina com meu avô e foi muito bom. minha maninha ficou brincando com alguns de seus muitos brinquedinhos. Só que nem tudo é o que parece: ser criança é crescer e ter uma novidade a cada dia para aprender e estou aprendendo a escovar os dentes, comer sozinha de colher e não é tão fácil como parece... tenho crescido muito com minhas novas experiencias e aprendizagens. Para o adulto parecem coisas sem significancia porque já assimilarem isso a muito tempo e fazem de olhos fechados até, mas se esquecem que já passaram por isso e tiverem suas dificuldades...eu tenho aprendido isso e até já sei tomar conta de minha maninha. Aviso quando ela está querendo sair de seu carrinho etc. Nem só de brincadeiras e a vida de uma criança: ao contrário, nessa fase é que mais aprendemos e isso é importante, porque desse aprendizado é que formaremos nosso carater, nossa personalidade!

Mudando de assunto, eu ganhei recentemente de meus pais o DVD de um programa chamado Cocoricó, da TV Cultura e adorei. Assisto várias vezes ao dia. Confira sobre esse programa que é muito Educativo:

Cocoricó

Aprender, com muita diversão.

Personagens próximos à fantasia das crianças vivenciam e discutem situações do mundo real, introduzindo conceitos de convivência e noções de matérias escolares. Tudo de forma absolutamente divertida e atraente às crianças em fase pré-escolar. Esta é a linha-mestra do bem-sucedido Cocoricó, produção da TV Cultura.

No ar desde 1996, os bonecos manipulados de Cocoricó têm como cenário o mundo da fazenda e seus animais, o que torna a aceitação das crianças absoluta. O menino Júlio conduz as histórias da fazenda, criando situações para introdução de conceitos, junto com o cavalo Alípio, a vaca Mimosa, o papagaio Caco, as galinhas Lola, Zazá e Lilica, o galo Galileu e os novos amigos, o morcego Toquinho, a índia Oriba e porquinho Astolfo.

As noções de amizade, cidadania, solidariedade, matemática, estações do ano, clima e comidas típicas prosseguem nos desenhos animados alemães, franceses e ingleses cuidadosamente selecionados para os programas.

Homenageado com os Prêmios APCA de Melhor Programa Infantil de 1996 e Unesco/Festival Internacional de Cinema para Niños e Jovens na categoria Melhor Vídeo da América Latina de 1997, Cocoricó faz parte do grupo dos muito bem-sucedidos programas da linha Infantil da Rede Cultura, que alcançam com louvor o difícil feito de aliar entretenimento a conceitos pedagógicos.


Prêmio: Prêmio de Melhor Programa Infantil, na categoria ficção para crianças de até 6 anos, do I Festival Prix Jeunesse Iberoamericano.
Prêmio: Prêmio UNESCO - no IV Festival Internacional da Cine para Niños y Jovenes - Divercine/97 - Montevidéu - Melhor Vídeo da América Latina e Caribe: Cocoricó Especial de Natal.
Prêmio: PRÊMIO APCA - Melhor Programa Infantil

[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]



Meu Perfil
BRASIL, Sudeste, RIO DE JANEIRO, VILA DA PENHA, Mulher, de 02 a 04 anos, Portuguese, Spanish, Games e brinquedos, Animais, Viagens
Yahoo Messenger -

O que é isto?
Visitante número: